Articulações e Parcerias

Os membros da Abraça participam de vários conselhos de direitos municipais e estaduais e de diversas conferências nacionais buscando intervir pelos direitos humanos das pessoas com autismo, conforme seus princípios estatutários.

Rede Latinoamericana de Organizações Não Governamentais de Pessoas com Deficiência e suas Famílias (Riadis): A Riadis é organização regional representativa do movimentos associativo das pessoas com deficiência e suas famílias para América Latina e Caribe, da qual a Abraça é membro.

International Disability Alliance (IDA): A Abraça atua articulada com Riadis e (IDA) promovendo a Convenção sobre os Dirietos das Pessoas com Deficiência (CDPD) e incidindo no sistema ONU de Direitos Humanos para que a situação das pessoas com autismo seja levada em consideração nas revisões do Brasil e de outros países nos organismos de tratados de direitos humanos, participando de projetos de cooperação para capacitação sobre os direitos das pessoas com deficiência em diversos países como Equador, Cabo Verde, Argentina, Honduras e Guatemala.

Disability Rights Promotion International: A Abraça participa do projeto global de Monitoramento da CDPD promovido pela Disability Rights Promotion International (DRPI) em parceria com a Riadis.

Fórum Nacional de Educação Inclusiva: A Abraça atua pela a educação inclusiva e se articula com as outras organizações nacionais que defendem essa pauta, notadamente o Fórum Nacional de Educação Inclusiva que reúne diversos atores sociais para um incidência consistente junto ao congresso e ao poder executivo.

A Abraça se articula  e coopera com diversas organizações nacionais de defesa de direitos das pessoas com deficiência como: Frater Brasil (FCD),  Conselho Nacional dos Centros de Vida Independente (CVI-Brasil), Federação Brasileira das Associações de síndrome de DownInstituto Baresi, Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (FENEIS), Associação Nacional do Ministério Público de Defesa dos Direitos dos Idosos e Pessoas com Deficiência (AMPID), com as quais já elaborou posicionamentos e relatórios conjuntos.

Abraça dialoga com os principais ministérios, Ministério da Educação, Ministério do Desenvolvimento Social, Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, Casa Civil da Presidência da República, incidindo em prol dos direitos das pessoas com autismo em questões importantes como o Plano Nacional de Educação, Plano Viver sem Limite, Lei 12.764/2012 que institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista e seu decreto de regulamentação (8368/2014).

Desde 2013 a Abraça participa Comitê Nacional de Assessoramento para Qualificação da Atenção à Saúde das Pessoas com Transtornos do Espectro do Autismo no âmbito do Ministério da Saúde.

Aprovou convênios junto à Secretaria Nacional dos Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) (788177/2013 e 813040/2014)

Deixe uma resposta