Sou autista e viver em comunidade é direito meu!

A campanha tem o objetivo de gerar consciência sobre a temática da desinstitucionalização buscando mostrar a situação precária e violenta que vivem as pessoas nas instituições, conscientizar sobre a importância dos processos de desinstitucionalização e das políticas que asseguram a inclusão na comunidade e falar sobre o direito de viver e ser incluído na comunidade das pessoas autistas e com outras deficiências.

Leia o manifesto da Campanha

Participe!

A Abraça é um movimento associativo democrático feito por indivíduos e organizações que comungam e aceitam explicitamente os princípios dos Direitos Humanos e incidem politicamente para pleno exercício da cidadania das pessoas com autismo. Convidamos pessoas autistas, familiares e ativistas dos direitos humanos que partilham de nossos pensamentos a participar também.

Saiba como participar.

Manifestos da Abraça

A Abraça atua ativamente junto às instâncias de governo e à sociedade para que leis, políticas e práticas não violem os direitos humanos e favoreça inclusão das pessoas com autismo. Frequentemente, lançamos manifestos públicos sobre questões importantes afetas aos direitos das pessoas autistas e suas famílias.

Conheça nossos manifestos

Últimas postagens

Articulação institucional da Abraça

Os membros da Abraça participam de diversos conselhos de direitos municipais e estaduais buscando intervir pelos direitos humanos das pessoas com autismo.   Reunião Estratégica promovida por Conectas e Riadis em novembro 2012 A Abraça participa da coalizão estratégica de organizações de pessoas com deficiência para o monitoramento nacional da implementação da Convenção sobre os […]

Empoderamento da Pessoa com Deficiência Intelectual

Uma vida real, uma comunidade real: Empoderamento e plena participação de pessoas com deficiência intelectual em sua comunidade Robert Martin Discurso pronunciado na 16ª Conferência Asiática sobre Deficiência Intelectual, realizada no Japão em 21-26 de agosto de 2003. Robert Martin tem deficiência intelectual e mora em Wanganui, Nova Zelândia. Tradução: Romeu Kazumi Sassaki Questões de vida Por […]

Declaração de Montreal

Montreal – Canadá OPS/OMS – 06 DE OUTUBRO DE 2004 TRADUÇÃO: Dr. Jorge Márcio Pereira de Andrade, Novembro de 2004 (DefNET) Afirmando que as pessoas com deficiências intelectuais, assim como os demais seres humanos, têm direitos básicos e liberdades fundamentais que estão consagradas por diversas convenções, declarações e normas internacionais; Exortando todos os Estados Membros […]