“CAPS não é lugar para autista” e o jogo dos 7 (ou mais) erros | Opinião | Ricardo Lugon

  Inicialmente preciso situar o lugar de onde falo: sou médico psiquiatra da infância e adolescência, trabalhador de um Capsi no Rio Grande do Sul, professor universitário, militante do movimento da Reforma Psiquiátrica, filiado à Abraça, não sou autista nem tenho familiar autista. Também não tenho interesses financeiros no tema (não tenho empresa que vende […]